Agapefobia

Eu tenho medo

O amor me dá medo

Tenho tanto medo

Medo de não ser aquilo que você espera

Medo de você gostar de mim agora e não depois

Medo de você voltar para os braços do mundo

Medo

O amor me dá medo

Como uma pétala de flor perto de uma rajada de vento

Eu sinto é medo

Um medo enorme de nunca mais me ver inteira

Medo

Ah maldito e bendito medo

Que me faz querer você e só você

Toda hora e agora mais e mais

E eu nem sabia que era tanto

como é.

Texto e foto: Yve de Oliveira

Espetáculo: Dom Quixote (Balé da Cidade de São Paulo)

 

 

Anúncios