Desperta Narciso!

Desperta Narciso!

Saia da borda,

O lago transborda o teu penar.

Vem, deixa eu te levar

Prum outro mundo, pruma maneira mais leve de ser

Sem dor, sem culpa, sem abandono

Desperta Narciso!

Teu reflexo não é maior que o teu sorriso

Vem, deixa eu te mostrar

Um mundo de esperança, de alegria verdadeira

Daquela que só a consciência e a liberdade podem te dar

Desperta Narciso!

Deixa-me chegar até a sua alma

Nua,

Plena,

Transparente.

Desperta Narciso!

Deixa o amor te tocar!

Texto: Yve de Oliveira

Imagem: Divulgação

 

 

Anúncios