Diário de Refexões Amorosas Sem categoria

O som do silêncio

Entrei em um silencio profundo; aquele da não adequação.

Aquele da insatisfação .

Era um enigma, eu mesma.

Era o fim e o começo de uma história intensamente criativa, poderosa, capaz de mover céus para acontecer.

Tinha uma necessidade de tirar o peso que estava na frente da minha visão, emoção, sensação.

Faltava sair do modos mecanicus operandis.

Sentir o tesão

vencer as células rancorosas do passado

Mover verdadeiramente os impulsos por deleitar a experiencia da vida

Aniquilar os medos infantis e deixar ser.

Texto e foto: Yve de Oliveira

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s