Sobre a maternidade parte 2

A maternidade é selvagem. Instintiva.

Uma experiência profunda de amor e desapego.

É um universo paralelo.

Uma escolha consciente ou inconsciente de avançar em um nível avançado de autoconhecimento.

Por vezes, nos provoca reações exageradas, além de uma maior sensibilidade para perceber as necessidades de qualquer ser humano.

Uma mãe pensa com o corpo.

Agarra,

beija,

amassa,

belisca,

morde,

aconselha,

incentiva,

briga,

acolhe,

alimenta,

protege.

Maternidade é sempre um grande e gigante transbordamento.

Texto: Yve Oliveira

Foto: acervo Yve de OLiveira

Anúncios